Halloween em Ilustração

Da esquerda para a direita: Freddy Krueger e Jigsaw. Foto: Bárbara Valdez
Da esquerda para a direita: Freddy Krueger e Jigsaw. Foto: Bárbara Valdez

Na postagem de hoje trouxe para vocês um material que achei super interessante e delicado. Como adoro ilustrações, quando conheci o trabalho da ilustradora Juliana Fiorese fiquei encantada. Ela faz uns desenhos fofos, de personagens predominantemente femininas e para o Halloween imaginou, a seu modo, vários personagens marcantes do terror e também revisitou alguns outros trazendo-os para dentro de um contexto sombrio.

Bem, vamos conhecer melhor as ilustrações?

Os dois desenhos que estão na capa desse post são referentes a Freddy Krueger (famoso personagem de terror que ataca as pessoas entrando nos seus sonhos) e Jigsaw (um personagem que é serial killer e mata as pessoas criando jogos de manipulação, sendo de certo modo predecessor dos Jogos Mortais).

Além desses dois, Juliana criou vários outros desenhos e tudo nasceu de uma espécie de desafio internacional feito no mês de outubro, o InkTober, onde a proposta é criar 01 ilustração por dia durante todos os dias de outubro.

Caveira mexicana. Foto: Bárbara Valdez
Caveira mexicana. Foto: Bárbara Valdez

A partir dos desenhos feitos no ano passado, a ilustradora criou um zine (mini revista de conteúdo autoral e de pequena circulação) onde expunha seus personagens feitos no InkTober e mais alguns outros. A revista pode ser comprada no site dela por R$18,00 já com o frete incluso e chegou aqui em casa semana passada.

Primeiro, preciso dizer que o zine chegou num pacotinho muito fofo e chega deu pena de abrir rsrsrs. Na foto abaixo vocês podem ver o que estou dizendo.

Pacote fechado com o zine. Foto: Bárbara Valdez
Pacote fechado com o zine. Foto: Bárbara Valdez

Voltando ao conteúdo, o zine possui 35 ilustrações de vários personagens diferentes e ao final das páginas existe também um relato onde Juliana explica porque entrou no desafio e como se sentia diante dos desenhos feitos. Nessa parte, ela fala que uma das ilustrações que mais a impactaram foi a que representava uma múmia, pois ali estavam inseridos medos e angústias pessoais.

Múmia. Foto: Bárbara Valdez
Múmia. Foto: Bárbara Valdez

Com o decorrer do mês outros desenhos foram surgindo e muitas das ilustrações eram de personagens que causavam um medo real na ilustradora. Assim, para ela, expor isso no papel era uma tentativa de exorcizar esses temores (isso me lembrou uma reflexão de Imp, da Menina Submersa, só que ela diz que por mais que tentemos fazer nossos medos ir embora na arte, eles nunca se esvaem de verdade e o máximo que conseguimos é transmitir nossos medos para outras pessoas).

Da esquerda para direita: A Órfã e Beetlejuice. Foto: Bábara Valdez
Da esquerda para direita: A Órfã e Beetlejuice. Foto: Bábara Valdez

Devido a essas explicações da ilustradora é que o nome do zine que ela fez chama-se (In) Consciente, numa mistura de consciente da busca por personagens junto com sentimentos pessoais que muitas vezes transbordam nos desenhos.

Capa do zine. Foto: Bárbara Valdez
Capa do zine. Foto: Bárbara Valdez

Enfim, eu gostei bastante das ilustrações, elas são assustadoras e ao mesmo tempo carregam um traço delicado que dá vontade de você ficar folheando aquilo várias vezes. As que mais gostei foram a de Alex DeLarge, personagem do filme Laranja Mecânica, e de Alice no País das Maravilhas, numa versão dark.

Personagem Alex DeLarge. Foto: Bárbara Valdez
Personagem Alex DeLarge. Foto: Bárbara Valdez
Personagem de Alice. Foto: Bárbara Valdez
Personagem de Alice. Foto: Bárbara Valdez

Relembrar vários personagens icônicos do terror e trazer uma perspectiva sombria de tantos outros é muito bacana, principalmente agora que o mês de outubro está acabando e podemos fazer uma retrospectiva de histórias assustadoras.

Capa do zine. Foto: Bárbara Valdez
Capa do zine. Foto: Bárbara Valdez

Uma única coisa que gostaria de acrescentar à forma de construção do zine é que seria interessante ao lado de cada ilustração existir o nome do personagem a que o desenho faz referência. Muitas pessoas não conhecem a fundo o universo do terror e podem ficar meio perdidas com os desenhos e não ocorrer essa retrospectiva de histórias. Eu mesma não conhecia vários personagens e só consegui me situar porque Juliana especifica as ilustrações no blog dela.

Juliana Fiorese
Dedicatória feita na primeira página, numa bonequinha meiga que é a única que foge do conceito sombrio. Foto: Bárbara Valdez

Bem, espero que vocês curtam ilustrações e tenham gostado das que eu trouxe hoje. Beijos!

Anúncios

6 comentários sobre “Halloween em Ilustração

  1. Aaaah, Bárbara !! Eu não sei nem como te agradecer !! Eu AMEI o seu post !! Muito obrigada pelo carinho, por apoiar e acompanhar o meu trabalho. Gostei muito mais por você ter entendido a essência de tudo !! Ficou tudo muito lindo !! Obrigada mesmo !! Beijos beijos !! ❤ ❤ ❤ ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s