O Vitral Encantado – “a magia está nos olhos de quem vê”

o-vitral-encantado
O Vitral Encantado. Foto: Bárbara Valdez

Quem aqui gosta de história de fantasia? Bom, essa é a temática do livro O Vitral Encantado, escrito por Diana Wynne Jones e publicado pela Galera Record neste ano.

O texto tem cunho infanto-juvenil (especificamente para uma faixa etária mais jovem, até uns 12/13 anos), mas sua leitura é super agradável e não causa aquela sensação de previsibilidade muito óbvia, nem é bobo demais para que uma pessoa adulta ache cansativo. De certo modo a história é cativante e isso faz com que o leitor se apegue aos personagens, fazendo com que a leitura flua naturalmente.

Vamos conhecer a história então?

Como seria Melstone House. Fonte: Internet
Como seria Melstone House. Fonte: Internet

Melstone House é uma casa localizada num vilarejo cravado no interior da Inglaterra e é o local onde vive atualmente Andrew Hope, neto de um poderoso ocultista e que lhe deixou o lugar como herança. É nessa construção que se passa grande parte da história e ela também é o centro de uma campo de proteção mágico que está sendo disputado por várias pessoas.

A leitura do livro já começa embalada. Talvez por ser um texto mais infantil, a autora não se delongou na ambientação do cenário durante os capítulos iniciais e já jogou o leitor no meio de vários acontecimentos mágicos. Isso é um pouco atordoante no começo, mas as explicações vão ocorrendo ao longo do texto, diluídas em cada página.

Os campos de Melstone. Fonte: Internet.
Os campos de Melstone. Fonte: Internet.

Tudo que acontece é descrito por um narrador onisciente e é por meio desse narrador que conhecemos Aidan Cain, um garoto de 12 anos que chega à casa de Andrew numa segunda-feira, dia em que vários outros personagens também aparecem na história.

Aidan acabou de perder a avó e está fugindo de várias criaturas que desejam capturá-lo, por isso ele sai em busca do campo de proteção da casa de Andrew. À medida que a história avança os dois ficam mais próximos e começam a descobrir ainda mais situações mágicas ao redor da região.

vitral-encantado
Como seria o vitral no galpão de Melstone House. Fonte: internet.

O Vitral Encantado que dá nome ao livro está presente em dois pontos da casa: na porta da cozinha e no galpão no terreno da propriedade. Quando Andrew era pequeno era apaixonado pelas cores dos vidros, pois para ele:

“dependendo do ângulo, via-se um jardim de pôr do sol cor-de-rosa, silencioso e imóvel; um jardim laranja tempestuoso, onde subitamente era outono; um jardim tropical verde, onde parecia que surgiriam papagaios e macacos a qualquer momento. E assim por diante.” P.16

Agora, já adulto, aquela mistura de cores no vidro continuava a encantá-lo e o mesmo acontecia com o jovem Aidan assim que chegou na casa. Esse vitral tem um papel sutilmente impactante que é mostrado no decorrer do texto.

A narrativa de Diana é muito leve, engraçada e flui rapidamente, além de contar com vários personagens mágicos inseridos no texto, incluindo o Rei Oberon, senhor dos elfos. Eu super indico e para quem tem filho ou irmão mais novo, a história com certeza é interessante para ler antes de dormir.

Abóboras que caracterizam o Sr. Stock. Quem ler o livro vai entender a foto. Fonte: Internet.
Festival de Melstone e suas frutas gigantes. Quem ler o livro vai entender a foto. Fonte: Internet.

Quem tiver interesse em ler O Vitral Encantado, ele está à venda na Livraria Saraiva e na Cultura. Beijos e até o próximo domingo!

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “O Vitral Encantado – “a magia está nos olhos de quem vê”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s