“A Garota Dinamarquesa” é uma produção sensível

A-Garota-dinamarquesa
Eddie Redmayne, à esquerda, e Alicia Vikander em cena do filme. Foto: Universal Pictures | Reprodução.

O filme baseado na história da transgênera Lili, primeira pessoa a passar pela cirurgia da mudança de sexo no mundo, contou com o ator Eddie Redmayne no papel principal e deu o Oscar (muito bem merecido) de melhor atriz coadjuvante para Alicia Vikander, que atuou como a esposa de Einar Wegener (nome de Lili antes da mudança).

A produção teve grande repercussão mundial, desde críticas positivas até alguns países proibindo a entrada do filme. A Garota Dinamarquesa foi baseada num livro homônimo, aqui no Brasil publicado pela Editora Rocco, e estreou nos cinemas nacionais em fevereiro deste ano.

A-garota-dinamarquesa3
Lili e Gerda. Cena do filme. Foto: Universal Pictures | Reprodução.

A história é ambientada na década de 20 e retrata os percalços que Einar Wegener passa até encontrar-se enquanto mulher e reconhecer a si mesmo como Lili Elbe. No desenrolar do enredo vemos os primeiros momentos dessa transição, a dúvida e o medo de Einar em assumir-se de verdade para a sociedade, sua relação com a esposa, Gerda, os diagnósticos que o taxavam de esquizofrênico e, por fim, o momento das cirurgias.

Todo o processo é tratado com muita delicadeza, a fotografia, o movimento de câmera e a iluminação do filme dão à obra um ar de pintura, o que acaba funcionando bem com o contexto geral, pois tanto Gerda quanto Einar eram pintores.

A-garota-dinamarquesa
Eddie Redmayne em A Garota Dinamarquesa. Cena do filme. Foto: Universal Pictures | Reprodução.

Um ponto interessante em A Garota Dinamarquesa é a ênfase dada à feminilidade enquanto postura. Existe uma grande preocupação em captar gestos e formas corporais. Assim, Einar está sempre observando as mulheres, visualizando-se em cada uma delas até finalmente deixar de existir e dar espaço para o nascimento de Lili.

Essa maneira de trabalhar a evolução da personagem reforçou a delicadeza da obra, mas ao mesmo tempo senti que tornou a história plastificada. Não sei se foi efetivamente a forma de filmar ou se é um reflexo da atuação do Eddie Redmayne. O certo é que parecia que tanto Einar quanto Lili não estão efetivamente presentes em cena, era como se o ator quisesse tanto passar uma perspectiva emocional que ele acabou distanciando-se da história palpável. Senti como se ele flutuasse entre uma cena e outra sem saber exatamente o que fazer.

Alicia Vikander como Gerda. Cena do filme. Foto: Universal Pictures | Reprodução
Alicia Vikander como Gerda. Cena do filme. Foto: Universal Pictures | Reprodução

Ao contrário da atuação de Redmayne, que na minha opinião não merecia a indicação de Melhor Ator no Oscar,  Alicia Vikander estava incrível. Ela conseguiu transitar pela narrativa, indo desde a personagem que leva a atitude do marido na brincadeira, a alguém que se revolta, que fica desolada, e por fim aceita o que está acontecendo, mas acima de tudo, alguém que sempre serviu de porto seguro, tanto para Einar quanto para Lili.

O figurino do filme foi muito bem feito, as roupas exaltavam a feminilidade da época em várias cenas, tanto que a A Garota Dinamarquesa foi indicada ao Oscar de Melhor Figurino e Melhor Design de Produção.

A-garota-dinamarquesa
Alguns dos figurinos do filme. Foto: Portal Clikado | Reprodução.

De modo geral o filme consegue retratar bem a história de Lili Albe, mesmo com as falhas que senti na atuação do Eddie Redmayne. Podemos ver também que embora algumas atitudes em relação aos transexuais tenham evoluído, muitas permanecem iguais.

A vida de Lili Albe serve de inspiração para muitas pessoas. Ela foi alguém que se arriscou para descobrir quem realmente era e estava satisfeita com o que conquistou, independente do custo que possamos pensar de que isso resultou.

A-garota-dinamarquesa1
Einar e Gerda em cena do filme. Foto: Universal Pictures | Reprodução.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s