“Quarto de Jack” é uma produção primorosa

O-quarto-de-jack
Jacob Tremblay e Brie Larson como Jack e Joy, respectivamente, em cena do filme. Foto: Universal Pictures | Reprodução.

Ser sequestrada, ficar trancada durante anos num quarto minúsculo, sofrer abusos regulares, ter um filho, criar um ambiente feliz para a criança, transformar o quarto no universo dele. O Quarto de Jack traz uma história forte, passa uma sensação sufocante e reveste tudo isso na relação de amor entre mãe e filho, narrando os acontecimentos pelo olhos de Jack, um garoto de cinco anos.

Continuar lendo ““Quarto de Jack” é uma produção primorosa”

Caixa de Pássaros não entrega tudo aquilo que promete

caixa-de-pássaros

Já pensou em ter de ficar de olhos vendados o tempo todo por medo de ver alguma coisa que está levando as pessoas à loucura e a cometer assassinatos brutais? Essa é a proposta de Caixa de Pássaros, um terror psicológico criado em volta do pavor pelo desconhecido.

É um blecaute. O mundo, o exterior, está sendo desligado. P. 31

O livro é o romance de estreia de Josh Malerman e aqui no Brasil foi publicado em 2015, pela Editora Intrínseca.

Continuar lendo “Caixa de Pássaros não entrega tudo aquilo que promete”

O Demonologista – em que você acredita?

o-demonologista

Uma história de fé, mas não a fé em anjos ou deuses, fé em quem está do outro lado da batalha, os demônios. Essa é a premissa do livro O Demonologista, escrito por Andrew Pyper e publicado pela editora Darkside Books no ano passado.

Às vezes, os monstros são reais. Mesmo se eles não se parecem com monstros. P.141

Continuar lendo “O Demonologista – em que você acredita?”

S. – uma experiência literária

Capa de S. com os vários anexos que compõem a obra.

A história de hoje é uma das mais comentadas nas redes sociais da Editora Intrínseca nos últimos meses. O livro “S.” tem uma proposta de encher os olhos de qualquer leitor e uma premissa que parece ser muito instigante. A aventura foi escrita pelo roteirista J.J. Abrams (o mesmo que trabalhou na série Lost) e pelo romancista Doug Dorst, tendo sido publicada aqui no Brasil no fim do ano passado.

A experiência que tive com a leitura foi algo de amor e ódio. “S.” tem uma construção completamente diferente de tudo que eu já tenha lido anteriormente, então o impacto para saber como absorver a história foi intenso. Posso dizer que é preciso estar desarmado de qualquer concepção prévia sobre linearidade narrativa e, acima de tudo, estar disposto a entrar no jogo de mistério que perpassa por todos os personagens do livro.

Vamos começar?

Continuar lendo “S. – uma experiência literária”

Noites Negras de Natal e outras histórias

noites-negras-de-natal
Foto: Bárbara Valdez

Oi, gente! Amanhã é véspera de Natal (um época do ano apaixonante) e hoje é dia de mais uma homenagem ao período. O último post que fiz trouxe dicas de alguns filmes clássicos e fofos que falavam do Papai Noel, do Grinch e de outros personagens leves. Desta vez resolvi trazer histórias que abordassem a época de uma maneira diferente, sombria, o oposto do clima feliz que permeia o Natal.

Foi com isso em mente que escolhi resenhar Noites Negras de Natal e outras histórias, uma coletânea de 04 contos (O Último Panetone, Lembranças Vermelhas, Setor B12 e A Morte do Cisne) escritos por duas autoras, Karen AlvaresMelissa de Sá, em dezembro de 2012.

Os dois primeiros contos têm como pano de fundo o período natalino e os demais trazem histórias de terror /horror diversas. O Último Panetone e Setor B12 foram escritos pela Karen Alvares (gostaria de aproveitar e agradecer a Karen por ter me enviado o livro para leitura. Fiquei muito feliz, obrigada!) e Lembranças Vermelhas e A Morte do Cisne são de autoria de Melissa de Sá.

Bom, vamos desconstruir a visão natalina?

Continuar lendo “Noites Negras de Natal e outras histórias”

Sobrenatural – o mundo paranormal irá te assombrar

sobrenatural
Foto: Bárbara Valdez

Quem gosta de histórias assombradas? Esse é o tema principal de uma das publicações mais recentes da Editora Rocco, o livro Sobrenatural – The Haunting of Sunshine Girl (a assombração da garota Sunshine, em tradução livre). A publicação foi feita sob o selo Fábrica 231, voltado à cultura pop e de entretenimento, em 2015.

Eu ganhei esse livro durante o encontro da Rocco na Livraria Saraiva do Shopping RioMar, em outubro. Sinceramente, assim que recebi o exemplar não fiquei muito empolgada com ele, pois achei que a historia seria ruim já que os comentários das pessoas não haviam sido muito positivos. Contudo, quando comecei a leitura devorei as páginas o tempo inteiro e percebi que o enredo é super interessante.

Continuar lendo “Sobrenatural – o mundo paranormal irá te assombrar”

Joyland – “nós vendemos diversão!”

joyland
Capa de Joyland. Foto: Bárbara Valdez

O primeiro livro que li de Stephen King foi Joyland e posso dizer que essa experiência não me decepcionou em nada e correspondeu a todas as críticas positivas que existem sobre o autor.

O comentário que está na capa do livro é uma citação do Entertainment Weekly, a qual considera a história “profunda, divertida, cheia de reviravoltas, despretensiosa e, por fim, arrasadoramente triste”. Eu não entendia como um livro podia ser tantas coisas assim ao mesmo tempo, mas enquanto lia Joyland senti exatamente cada uma dessas nuances.

Continuar lendo “Joyland – “nós vendemos diversão!””